Como ser silly nesta season

Disseram-me há uns dias que o país ia parar e para meu espanto não era uma greve a culpada desse cenário distópico. Vai parar porque vem aí a “silly season” ou seja, a malta vai toda de férias em Agosto e fica tudo às moscas: transportes públicos, empresas, a cidade no geral.  Não é bem […]

O absurdo e a parvoíce são aliados dos comunicadores e dos marketers. O ócio é aliado da parvoíce. Aproveita este período fértil para enriquecer o teu portfolio de parvoíces. Da próxima vez que te pedirem algo “fora da caixa”, estarás mais preparado do que nunca. Recorda-te: não há ideias parvas num brainstorming.

Disseram-me há uns dias que o país ia parar e para meu espanto não era uma greve a culpada desse cenário distópico. Vai parar porque vem aí a “silly season” ou seja, a malta vai toda de férias em Agosto e fica tudo às moscas: transportes públicos, empresas, a cidade no geral. 

Não é bem assim, eu sei, mas podemos concordar que o mundo das empresas (com excepções sectoriais) fica mais ou menos reduzida a 50% da capacidade. Há menos reuniões, há menos decisões, há menos gente disponível para resolver, há menos gente a pensar em soluções. Serviços mínimos na cidade, portanto. 

Nesta época o conselho habitual para um profissional de marketing e comunicação é: “nem vale a pena… não te dês ao trabalho. Ninguém quer ouvir a tua mensagem, o mindset é outro. Estão todos a curtir a vida e a pensar no próximo cocktail que vão pedir na praia.”

Isto é, obviamente, discutível e o trabalho nunca pára por completo, mas há algumas tarefas que eu gosto especialmente de dedicar a esta época:

 

Stalker mode ON: a.k.a. aumentar a rede

As redes sociais trouxeram-nos uma aparente proximidade de desconhecidos, alguns deles bem interessantes. Aproveitar os tempos mortos para alargar a rede profissional no Linkedin ou seguir pessoas novas no Twitter são uma das atividades favoritas do stalker que há em mim. Procura pessoas da tua área profissional ou relacionadas com os teus interesses pessoais e vai começar a sentir-te mais informado e a descobrir coisas novas, por vezes inspiradoras. 

Influencer mode: a.k.a diz qualquer coisa às ‘ssoas, João

Acontece menos vezes comigo, mas reconheço o valor deste modo. Falar com estranhos pode parecer um ato de loucura ou desespero, mas partilhar coisas com o mundo é sempre o ponto de partida para criar qualquer coisa interessante. Um fenómeno que eu observo muitas vezes nos profissionais de marketing e comunicação é que estão tão envolvidos na comunicação dos seus projetos e das suas empresas, que acabam por partilhar muito pouco das suas visões pessoais. Esta época do ano é boa para apostar nisso, até porque nas férias temos mais tempo para pensar. Pensar e porque não escrever?

 

Netflix é bom, mas aprender dá mais karma

Quando temos pouco que fazer, ficamos mais disponíveis para todo o tipo de entretenimento. Dei o exemplo da Netflix, mas podia ser outra coisa qualquer, cada um tem os seus vícios. O nosso cérebro fica maluco com aquela série que não conseguimos parar de ver até ao fim e isso dá prazer, é bom. Mas guarda um bocadinho para outras coisas. Assiste a uma TED talk sobre alguma coisa com que te relaciones. Inscreve-te numa formação nova. Faz um curso online. Lê um livro técnico. Aprende alguma coisa. Prepara-te para o próximo ciclo de trabalho intenso, agora mais carregado de novas ideias. Faz uma lista com as ideias que retiraste neste período e relembra-as na altura de aplicar novas soluções no trabalho. 

 

Alarga o teu conhecimento sobre a concorrência

Há sempre uma mão cheia de concorrentes que nos acompanham ao longo de todo o ano. Estamos atentos, sabemos o que andam a fazer, sabemos no que são melhores e piores do que nós. Nesta altura do ano aproveita para alargar o teu conhecimento sobre a concorrência. Para além desse núcleo duro, quais são as outras empresas que também andam a fazer coisas dignas de registo. Fazem bem? Fazem melhor do que tu? São um exemplo do que não fazer? Seja qual for a conclusão, só tens a ganhar com este alargamento de horizontes. 

 

Sê, tu também, um pouco silly

 

“If people did not sometimes do silly things, nothing intelligent would ever get done.” Wittgenstein

O absurdo e a parvoíce são aliados dos comunicadores e dos marketers. O ócio é aliado da parvoíce. Aproveita este período fértil para enriquecer o teu portfolio de parvoíces. Da próxima vez que te pedirem algo “fora da caixa”, estarás mais preparado do que nunca. Recorda-te: não há ideias parvas num brainstorming.

 

Quem é o João?

O João ajuda empresas que querem estar no mercado com soluções de comunicação. Gosta de livros, silêncio e natureza. Está numa relação complicada com guitarras e baixos.