Blog

A ideia do blog √© ser um thinktank ūüé® onde v√°rios convidados podem escrever e provocar o pensar, sobre o digital (e outras coisas).

  • Joana Rita
    21 Setembro

    sabias que o Descartes pode ajudar-te a redigir um e-mail?

    note-se: eu gosto de pensar com o pensamento dos outros, todavia sou a favor de que a pessoa se esforce um bocadinho antes e procure tempo e espaço na sua agenda para responder ao meu e-mail. além disso, se está claro para ti, dentro da tua cabeça, tenho a certeza que conseguirás escrever um e-mail claro e distinto. 

  • Joana Rita
    19 Setembro

    toma conta da tua vida, não do teu telemóvel

    Era domingo e chovia. Tinha encontro marcado com o meu amigo Vieira, para assistirmos a uma palestra sobre neuro-ci√™ncia, redes sociais e distrac√ß√Ķes. Decidi ir a p√©, do Martim Moniz at√© √† Gra√ßa. Aproveitei a caminhada para ver as vistas, mesmo com a chuva a incomodar-me um bocadinho e, claro est√°, para recolher algumas fotografias […]

  • Joana Rita
    23 Julho

    tiktok: uma rede social onde a comunidade importa

    as marcas que pensam a longo prazo têm em mente que os utilizadores que por lá andam agora podem muito bem ser os seus clientes no futuro. ainda que não correspondam, neste momento, ao perfil do consumidor que verdadeiramente consome o que produzimos, o pensamento é de que a marca pode aparecer agora para iniciar a relação.

  • Tiago Correia
    16 Julho

    Uma crise aos olhos de um Sagit√°rio

    E se pud√©ssemos acordar diariamente com um filtro de optimismo? Os Sagit√°rios acordam todos os dias assim. A viajar entre a realidade e o mundo de imagina√ß√£o, onde normalmente est√° tudo bem. Se por um lado √© √ļtil em tempos de crise, nos poucos momentos de lucidez, quando os resultados n√£o s√£o os esperados a […]

  • Joana Rita
    09 Julho

    Steven Gouveia: “cada vez mais iremos lidar com mais e mais intelig√™ncia artificial presente no nosso dia-a-dia e isso levantar√° quest√Ķes √©ticas muito interessantes.”

    O conceito de ‚Äúintelig√™ncia‚ÄĚ em ‚ÄúIntelig√™ncia Artificial‚ÄĚ parecia-me especialmente obscuro, pelo que a primeira sec√ß√£o do livro discute exactamente de que o forma esse conceito pode ser pensado.