To post or not to post

Vamos pensar um bocado: as pessoas estão em casa e estão online. Essas mesmas pessoas estão à procura de formas de distrações e de interações sociais. E esta uma grande oportunidade para as marcas participarem nesta grande conversa global.

Esta que é a primeiro pandemia na era das redes sociais, forçou-nos (ou à maioria de nós) a ficar em casa e a praticar o chamado “distanciamento social”. Mas este distanciamento não impediu bilhões de pessoas (e de marcas) em todo o mundo de socializarem com amigos, familiares e seguidores.
Como em qualquer outra crise online, ser “apropriado enquanto marca”, pode ser um grande desafio. Mas será que ficar em silêncio é realmente a abordagem certa?

hey, é possível ouvir este artigo 👂🏽

 

Agora, mais do que nunca, precisamos das nossas comunidades online.

Esta que é a primeiro pandemia na era das redes sociais, forçou-nos (ou à maioria de nós) a ficar em casa e a praticar o chamado “distanciamento social”. Mas este distanciamento não impediu bilhões de pessoas (e de marcas) em todo o mundo de socializarem com amigos, familiares e seguidores.

Como em qualquer outra crise online, ser “apropriado enquanto marca”, pode ser um grande desafio. Mas será que ficar em silêncio é realmente a abordagem certa?

Vamos pensar um bocado: as pessoas estão em casa e estão online. Essas mesmas pessoas estão à procura de formas de distrações e de interações sociais. E esta uma grande oportunidade para as marcas participarem nesta grande conversa global.

Vejam estes exemplos, nacionais e internacionais, que tenho vindo a recolher e comecem a pensar em como podem, enquanto marca, também fazer parte desta conversa.

 

Continuar a estar presente

Quem trabalha com social media de certeza que conhece ou já ouviu falar da estratégia de redes sociais da Wendy´s. E, durante esta fase, a estratégia deles não mudou muito. Apesar de estarem menos ativos, mantêm o estilo da marca. Além disso, há alguém que se está a divertir bastante a passar Animal Crossing no Canal da marca no Twitch

 

 

Conselhos práticos

Algumas marcas estão a seleccionar conteúdos e recursos para nos ajudar a passar os estes longos dias e semanas, principalmente para quem tem filhos em casa. 

No #ficaOcupadosaojoao há dicas sobre receitas, visitas virtuais a museus, gestão doméstica, espiritualidade, entre outros.

 

 

Cocriação

O Miguel Araújo e o António Zambujo foram mais além do termo user-generated content e decidiram criar um user-generated videoclipe. Para tal, lançaram alguns desafios no Instagram, em que pediram aos fãs para gravarem vídeos caseiros para as cenas definidas pelos próprios.

 

 

 

Amostra de talentos

Josh Gad (ator que dá voz ao Olaf no Frozen) tem estado todas as noites no Twitter a ler livros para crianças.

 

 

Desafiar novas rotinas

Se existe boa altura para trabalhar de pantufas calçadas é esta, mas a Kicks desafiou-se a si e aos fãs e lançou o movimento #kicksemcasa.

 

Mensagens oportunas (e repartilháveis)

As marcas também têm encontrado formas de se juntarem à conversa, com mensagens oportunas e relacionadas com a própria marca e que merecem ser partilhadas múltiplas vezes.

 

O momento que vivemos pede que unamos esforços para apoiar aqueles que estão na linha da frente. Para dar apoio ao Serviço Nacional de Saúde (SNS) no abastecimento de produtos essenciais, o Super Bock Group e a Destilaria Levira estabeleceram uma parceria para desenvolver soluções de álcool gel para as mãos, que vão ser oferecidas a várias unidades hospitalares do norte do país. Para começo, são 56.000 os litros de álcool – da produção de cerveja sem álcool – que vão ser transformados pela destilaria em cerca de 14.000 litros de álcool gel, num processo de fabrico que segue as diretrizes da Organização Mundial de Saúde. Esta ação insere-se num conjunto de iniciativas que estamos a desenvolver para apoiar hospitais e profissionais de saúde. #covid19 #culturaautêntica #superbockgroup

Instagram takeovers

De marcas grandes a pequenas. De marcas internacionais a negócios locais. Os Instagram Takeovers não são novos, mas estão a ganhar uma nova relevância nesta fase.

 

 

 

Lives em todo o lado

E, caso não tenham reparado, marcas e criadores de conteúdo têm estado a partilhar imensos conteúdos bastante interessantes e para todos os gostos (e gratuitos).

  • Marcas e influenciadores nas áreas de atividade física têm feito lives com treinos para fazermos em casa.

 

 

  • Marcas e influenciadores estão a preparar receitas em direto.

 

View this post on Instagram

WEETABIX COM RASPAS DE LIMA 🌼⠀ ⠀ Quero saber, desse lado, quem já é fã? 🙋🏽‍♀ Hoje vou mostrar como podes usar estes cereais de pequeno-almoço em direto pelas 9h30!⠀ ⠀ Weetabix são cereais que eu consumo regularmente e que raramente não falo deles às pessoas que acompanho em consulta 🤗 São muito versáteis, saciantes, fonte de proteína e têm alto teor de fibra! E agora, uma opção perfeita para as tuas manhãs por casa!⠀ ⠀ Adoro com bebida vegetal em modo papa (como muitas vezes faço para os meus sncaks) mas também gosto deles na sua versão mais crocante a acompanhar com iogurte 😋⠀ ⠀ Experimenta juntar raspas de lima e diz-me que tal!!⠀ ⠀ #supermornings #pub

A post shared by Bárbara Oliveira (@barbarafdeoliveira_nutri) on

 

 

  • Músicos dão-nos concertos em vivo.

 

View this post on Instagram

#FestivalEuFicoEmCasa

A post shared by Festival #EuFicoEmCasa (@festivaleuficoemcasa) on

 

*

Nesta que é uma grande fase de mudança para todos, as marcas têm aqui uma grande oportunidade de sair desta crise não apenas vivas, mas à frente da sua concorrência e com uma comunidade (ainda) mais forte.

 

Quem é a Helena? 

A Helena é uma viciada em viagens, que faz marketing digital – por essa ordem.
Em 2013 lançou o blog Community Manager Portugal e em 2018 abraçou um novo projeto próprio – a agência Social Ninjas. Conheci a Helena através do seu blog e, recentemente, pude conhecê-la “ao vivo e a cores” numa formação taillor made que ministrei para os Ninjas mais cool de Aveiro.